Antena parabólica digital: veja quem tem direito ao kit gratuito no Maranhão
10/07/2024 08:48 em Política

Troca é necessário porque, em breve, as parabólicas tradicionais deixarão de funcionar. Veja o critério necessário para receber o serviço gratuitamente. 

Fonte: Assessoría

MARANHÃO – Cerca de 130 mil famílias maranhenses, em 148 cidades do estado, já podem se inscrever para receber, gratuitamente, a nova parabólica digital. O trabalho é realizado pela Siga Antenado, entidade responsável por apoiar a população durante a migração do sinal de TV utilizado pelas parabólicas tradicionais (Banda C) para o sinal das parabólicas digitais (Banda Ku).

 

Com essa nova fase de troca de antena parabólica, todo o Estado passa a ser contemplado pelo programa, que tem previsão de instalar mais de 200 mil kits com a nova parabólica digital no Maranhão.

 

Entre as 148 cidades maranhenses contempladas, estão: Açailândia, Cidelândia, Itinga do Maranhão, Davinópolis, Bom Jesus da Selvas, Capinzal do Norte, Grajaú, Porto Franco, Lajeado Novo, Carolina, Santa Inês, BurtiCupu, Santa Inês, São Luís, Amarante do Maranhão, Estreito, Balsas, Formosa da Serra Negra, Feira Nova do Maranhão, Barreirinhas, Pinheiro, Satubinha, Vargem Grande, entre outras.

 

Por que trocar a antena?

A substituição é necessária porque a parabólica tradicional poderá enfrentar interferências no sinal da TV quando a tecnologia 5G for ativada no município ou região, como chuviscos, chiados, imagem travada ou até interrupção do sinal com a chegada do 5G.

Isso acontece porque o 5G opera na mesma frequência da parabólica tradicional, a Banda C. Já o equipamento digital opera em outra faixa, a Banda Ku. Quem não substituir pela nova parabólica digital poderá ficar sem sinal de TV.

 

Quem pode receber a antena digital gratuitamente?

Todas as pessoas registradas em algum cadastro do Governo Federal, e possuem uma parabólica tradicional em uso, precisam fazer a substituição do equipamento. 

 

Como solicitar a troca de antenas?

1. Acesse o site Siga Antenado; ou ligue para o número 0800 729 2404, que também funciona como WhatsApp;

2. Informe o número de CPF ou do NIS (número de Identificação Social). Se você fizer parte de algum programa social do Governo Federal, poderá continuar respondendo ao formulário; 

3. Responda as próximas perguntas do formulário ou fale com uma atendente pelo telefone; 

4. Combine o agendamento para a instalação junto a organização para receber o técnico em casa;

COMENTÁRIOS