Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Tarifa Social Baixa Renda: saiba como obter desconto na conta de luz
19/07/2019 21:48 em Política

O Programa dá descontos de até 65% na conta de energia para as famílias de baixa renda

Criado pelo Governo Federal, o Programa Tarifa Social Baixa Renda tem por objetivo beneficiar famílias com baixa renda, além de incentivar o consumo consciente de energia elétrica. A proposta do programa consistena redução da tarifa de consumo de energia elétrica em até 65%, para famílias com renda mensal de até meio salário mínimo e, para indígenas e quilombolas, que possuem o consumo de até 50kwh, o desconto chega a 100%.

Os dados levantados pela Companhia Energética do Maranhão (Cemar) em 2018, apontam que mais de 220 mil famílias já possuem cadastros nos programas do Governo Federal e atendem a todos os critérios exigidos pelo programa. No entanto, ainda não recebem o benefício por não terem realizado cadastro junto à Cemar, ou mesmo, apenas por não atualizá-los. As cidades de São Luís, Imperatriz e São José de Ribamar lideram o ranking de municípios com o maior número de famílias com direito ao benefício, porém sem ganhar o desconto por conta do cadastro desatualizado

Dessa forma, saiba a documentação necessária e o processo para fazer o cadastro no Programa Tarifa Social Baixa renda e ganhar até 65% de desconto na conta de luz:

  • Possuir o cadastro único para programas sociais do Governo Federal, se dirigir a um ponto de atendimento presencial da Cemar levando o cartão do benefício, RG, CPF e uma conta de energia e realizar o cadastro.
  • Outra forma mais simples é ligando na Central 116 da Cemar e informar o número do NIS (Número de Identificação Social) para fazer o cadastro.
  •  Se o seu cadastro tiver desatualizado, dirija-se ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e atualize o quanto antes, pois sem isso você pode perder o benefício ou pode não conseguir se cadastrar.

Para saber se você tem o NIS ou se ele ainda está ativo, ligue para a Central de relacionamento doMinistério do Desenvolvimento Social: 0800 707 2003.

Assessoria de Imprensa Cemar

COMENTÁRIOS