Mulher é morta a facadas em Porto Franco
09/07/2024 18:30 em Policial

 A vítima foi identificada como Jheinifer Machado, de 19 anos

Uma mulher identificada como Jheinifer Machado, de 19 anos, foi morta a facadas, na casa onde ela morava, no início da tarde desta terça-feira (09), na Rua da Luz, no bairro Entroncamento, na cidade de Porto Franco, distante cerca de 100 km de Imperatriz.

 

De acordo com informações, o corpo da vítima foi encontrado com os braços amarrados e com várias perfurações abaixo do peito.

 

Ainda segundo informações de testemunhas que estiveram na cena do crime, a vítima teve a boca amarrada com um fio. O principal suspeito do crime é o companheiro da vítima que está foragido. O caso está sendo investigado pela polícia para apurar a motivação do crime. O Instituto de Criminalística (ICRIM) de Imperatriz foi até o local.

 

Crimes de feminicídio no Maranhão

No último sábado (06), uma mulher identificada como Luana Pereira dos Santos, de 38 anos, foi morta a facadas pelo ex-companheiro na cidade de Coroatá, a 283 km de São Luís. Segundo a polícia, o crime foi motivado pelo fato do homem não aceitar o fim da relação.

 

A vítima tinha um relacionamento marcado por brigas e agressões e, após vários desentendimentos, resolveu terminar. Uma equipe do Samu foi ao local do crime para prestar os primeiros socorros, mas os ferimentos da vítima eram graves e ela não resistiu.

 

Um homem, de 58 anos, foi preso em flagrante, no mês passado, por assassinar a ex-companheira a facadas no município de Chapadinha, a 250 km de São Luís. O crime brutal ocorreu na presença das duas filhas do casal. A vítima havia terminado o relacionamento há oito meses, no entanto, o homem continuava a frequentar a residência dela sob a justificativa de visitar os filhos e levar alimentos.

 

No dia do crime, ele saiu dizendo que iria comprar pães. Ao retornar, já armado com uma faca, ele atacou a ex-mulher com vários golpes. Segundo informações da Polícia Civil, não houve nenhuma discussão entre os dois antes do crime. De acordo com a polícia, a mulher já estava em outro relacionamento, mas o ex-companheiro não aceitava o término.

 

As investigações sobre este feminicídio estão a cargo da Delegacia da Mulher de Chapadinha, que busca esclarecer todos os detalhes do caso e garantir que o responsável seja devidamente punido. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão (SSP), este ano foram registrados 31 casos de feminicídio no Maranhão.

COMENTÁRIOS