Publicidade
Polícia prende motorista suspeito de matar entregador de comida após levar 'buzinada' no trânsito
05/12/2023 19:12 em Policial

O suspeito de cometer o crime foi identificado como Garciano Lino Barbosa, de 39 anos

Com informações do g1 MA

 

BALSAS - Na manhã desta terça-feira (5) a polícia prendeu Garciano Lino Barbosa, de 39 anos, que é suspeito de matar o entregador de comida Wellington Leão de Brito Júnior, de 17 anos, na noite do último sábado (2), na BR-230, no perímetro urbano da cidade de Balsas. O crime teria sido praticado após um desentendimento no trânsito.

 

A polícia chegou até Garciano Lino, após analisar imagens de câmeras de segurança e ouvir o depoimento de testemunhas. O homem foi preso em cumprimento a mandado de prisão temporária.

 

Desde o momento da comunicação do crime, nos deslocamos ao local, fizemos, inclusive, com a presença da perícia oficial. E iniciou-se a coleta dos elementos de informação. A partir daí, com coletas de imagens de câmera de videomonitoramento e ao longo desses dois dias de intensa investigação, conseguimos chegar a autoria do provável autor desse crime”, explica David Passada,  delegado da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Balsas, que investiga o caso.

 

Representamos pela decretação da sua prisão temporária, bem como buscas em seus endereços e logramos êxito na localização dele, na manhã de hoje, também com o apoio da inteligência policial. E agora ele será submetido a interrogatório. A investigação continua, não está encerrado o inquérito policial”, destacou o delegado.

 

Mesmo com a prisão do suspeito, a família de Wellington Leão espera que a justiça seja feita. “Foi muito desumano o que fizeram com meu sobrinho. Não tem justificativa nenhuma, ele não merecia, a gente não merecia passar por tamanha dor sem motivo. Não tem justificativa, a gente não aceita, a gente quer é justiça, porque hoje foi o meu sobrinho, amanhã pode ser o de outra família. Ele não destruiu apenas a vida do meu sobrinho, mas ele destruiu toda a nossa família”, lamenta Laila Pontes, tia de Wellington Leão.

 

Relembre o caso

O entregador de comida, identificado como Wellington Leão de Brito Júnior, de 17 anos, foi morto a tiros na noite de sábado (2), na BR-230, no perímetro urbano de Balsas.