Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Tocantinenses conquistam 40 medalhas no primeiro dia das Paralimpíadas Escolares 2022
11/08/2022 20:56 em Política

Competições ocorrem até esta sexta-feira, 12, em Brasília

Núbia Daiana Mota/Governo do Tocantins

Os estudantes tocantinenses mostraram um excelente desempenho no primeiro dia das Paralimpíadas Escolares (regional 1) com um saldo de 40 medalhas. A competição está sendo disputada em Brasília (DF), os paratletas do Tocantins conquistaram 31 medalhas de ouro, seis de prata e três de bronze. Ao todo, 36 atletas do Tocantins disputam nas modalidades de atletismo, natação e bocha.

 

Um dos destaques foi Vitória Brito de Lima, que levou o 1° lugar no arremesso de peso categoria F38 e 2° lugar na corrida 100M - T38. A estudante ainda quebrou o recorde no arremesso, com a marca de 4.67. “Joguei com muita força. Não pensava que ia bater o recorde. Estou muito feliz”, contou a estudante da Escola Especial Estrela da Esperança, de Guaraí.

 

O estudante do Colégio João D’Abreu, de Dianópolis, Maury das Virgens Oliveira foi campeão nas três provas que disputou: corrida 100m - T43, lançamento de dardo - F43, e salto em distância - T43. Ele disse estar radiante com o resultado. “Estou feliz demais. É muito bom ganhar três ouros. Quero agradecer todo mundo que me apoiou pra chegar até aqui”.

 

Paralimpíadas 2022

Além do Tocantins, outras nove unidades da federação estão nas disputas. Ao todo, estão inscritos 308 atletas. Os melhores colocados se classificam para a fase nacional, em São Paulo (SP), que será realizada em novembro.

 

As Paralimpíadas Escolares são realizadas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) desde 2009 e é o maior evento mundial para crianças com deficiência em idade escolar.

 

A delegação tocantinense conta com 56 integrantes entre atletas, técnicos e staffs. O grupo é chefiado pela servidora da Secretaria Estadual da Educação,  Luciana Monteiro. “Contabilizar 40 medalhas no primeiro dia é um excelente resultado. Até sexta-feira [12] ainda teremos muitas outras chances de subir ao pódio”, aposta a chefe da delegação do Tocantins.

COMENTÁRIOS